sexta-feira, agosto 31

Arte de brasileiros na Absolut

Uma nova linha de garrafas chega pra ilustrar arte brasileira. Fazendo uma releitura nas embalagens da Absolut, o Brasil é o terceiro país nesse projeto, além de EUA e França. A vodca sueca ganha em sua embalagem a assinatura de artistas plásticos como Nelson Leirner e Daniel Senise e além deles, mais 10 jovens artistas criaram versões idênticas, mas apenas no virtual.


A Absolute ja teve experiência anteriores com pintor e cineasta norte-americano Andy Warhol. Depois disso, a maioria das campanhas publicitárias da marca foram ligadas à arte, moda ou música, contando com a participação de grandes nomes. Fazendo jus a excelência da marca.
.
A iniciativa, batizada no nosso mercado como Absolut Brasil, já está disponível para os consumidores, em tiragem limitada. Serão distribuídas 48 mil garrafas de cada artista, começando com a obra de Nelson Leirner. A garrafa desenhada por Daniel Senise ( acima ) chega às gôndolas brasileiras no final de setembro.
.
Além disso a marca também conta com um hotsite, que apresenta as duas novas embalagens acima, além das garrafas desenhadas exclusivamente para o mundo virtual. Na página tem biografia dos artistas, tira-dúvidas e até o processo criativo que Nelson e Daniel tiveram para criar. Vale a pena.
.
Virou moda mesmo essa coisa de mudar embalagens, mudar visual. Isso é interessante porque gera um grande recall para a marca, gera mais procura pra quem coleciona e é até mais influente ainda numa decisão de compra. Show de bola.

5 comentários:

Sheyna A. A. disse...

Olha, eu não bebo coisas alcóolicas... na verdade às vezes dou uma bicadinha para experimentar, tomo uma caipirinha de saquê com alguma fruta, o que dura a balada inteira...

Mas entendo de visual, principalmente como impactada, consumidoramente falando! E acho legal sim esse esforço, apesar de saber o custo que isso gera! Mas para o nicho em que se encontra esta categoria, acho que se enquadra bem na relação de custo/benefício... pro usuário nada vai mudar, a não ser que qdo a bebida acabar ele guarde a garrafa pra fazer um abat-jour... Mas ele pode sentir-se desejado, sabe? Sentir a tentativa da empresa em comunicar-se com ele, algo que soa como: "Hey, olha o que eu trouxe pra vc"..
E é o que acho muito válido, além de um resultado visual fantástico!
Minha tia mesmo queria uma kkk!:)

Bruno L. disse...

As embalagens que vão para as gôndolas são bonitas. Contudo, as versões virtuais do Adhemas Batista e do Rubens L.p. podiam ser vendidas também, tamanha a beleza de ambas.

pedro bachiega disse...

o link pro hotsite está errado :(
na verdade vários links do blog estão saindo errado, estão com o endereço do blogger antes!
só o toque...
abraços

Juliano disse...

vlw pelo toque pedro...corrigindo!

Vitor disse...

Pedrão...

Acertei o link. Valew pela dica.
Inté.

Abraços.